Sobre o curso

No Turbo Guitar Módulo Básico, o estudante terá acesso VITALÍCIO a um enorme acervo de aulas muito bem estruturadas para desenvolver tópicos que se estudado com calma, foco e disciplina farão uma diferença incrível em sua musicalidade de uma forma geral.

 

O que você vai aprender?

Inicialmente começaremos com noções importantes relacionadas a disciplina do estudo. Como nos orientar para estudar tantas coisas.

No final dessa página eu disponibilizei todas as aulas do Módulo Básico com uma breve descrição para que o aluno tenha uma idéia mais detalhada desse curso.

 

Para quem este curso é ideal?

Esse curso é direcionado para o estudante iniciante, mas também serve para aquele que já toca alguma coisa mas sente que existem lacunas a serem preenchidas.

 

Pré requisitos

Seguir o cronograma sugerido com calma, disciplina, foco e determinação para alcançar o resultado desejado.

 

Conteúdo do Curso

Módulo Básico

58 Aulas

74 Vídeos

Aproximadamente 26 horas de conteúdo

Sobre o curso

No Turbo Guitar Módulo Básico, o estudante terá acesso VITALÍCIO a um enorme acervo de aulas muito bem estruturadas para desenvolver tópicos que se estudado com calma, foco e disciplina farão uma diferença incrível em sua musicalidade de uma forma geral.

 

O que você vai aprender?

Inicialmente começaremos com noções importantes relacionadas a disciplina do estudo. Como nos orientar para estudar tantas coisas.

No final dessa página eu disponibilizei todas as aulas do Módulo Básico com uma breve descrição para que o aluno tenha uma idéia mais detalhada desse curso.

 

Para quem este curso é ideal?

Esse curso é direcionado para o estudante iniciante, mas também serve para aquele que já toca alguma coisa mas sente que existem lacunas a serem preenchidas.

 

Pré requisitos

Seguir o cronograma sugerido com calma, disciplina, foco e determinação para alcançar o resultado desejado.

 

Conteúdo do Curso

Módulo Básico

58 Aulas

74 Vídeos

Aproximadamente 26 horas de conteúdo

ASSISTA AO VÍDEO PARA SABER UM POUCO MAIS

 

__________

 

 

 

Turbo Guitar Módulo Básico

 

 

ORIENTAÇÃO para estudo

Para que você saiba o objetivo de cada aula estarei sempre atualizando (Arquivo em PDF para Download) os módulos mediante as novas publicações e separando as respectivas aulas dentro das categorias relacionadas.

 

* Fundamentos

* Técnica

* Harmonia

* Melodia/Escalas

* Ritmo

* Teoria Musical

* Improviso

* Percepção

* Tríades & Tétrades

* Estilos Musicais

* Solos de Músicas

 

Obtenha o melhor do Turbo Guitar Delivery

Chegamos num ponto onde uma ajuda extra na maneira de como estudar e obter o máximo que o TGD tem a oferecer é muito bem vindo. Para isto, preparei esse vídeo com dicas e sugestões que tenho certeza que irão ajudar tanto você que esta chegando agora e esta no início de seus estudos, quanto o guitarrista já iniciado que precisa se direcionar para um caminho de estudos mais promissor.

 

Organização-Foco-Disciplina

Ter acesso fácil a tanta informação pode ser vantajoso ou não...Depende dentre outras coisas de como o estudante vai administrar toda essa informação. Tocar bem um instrumento não é fácil, requer vasto conhecimento sobre muitos assuntos importantes e ter organização, foco e disciplina ajudam a alcançar nossos objetivos.

Nesse vídeo eu bato um longo papo e dou muitas dicas e sugestões de como podem usar melhor o tempo que temos para estudar de forma eficente e obter o melhor resultado possível.

Preparei algumas planilhas para auxiliar nesse processo e disponibilizei uma apostila para o estudo da técnica.

 

Notas no braço do instrumento

Aqui daremos os primeiros passos no intuito de conhecer cada vez mais nosso instrumento e assim, entende-lo melhor e por fim, obter tudo o que a guitarra tem a nos oferecer.

 

Partitura vs Tablatura

Ler o que precisamos tocar é fundamental. Para tal temos a nossa disposição dois tipo de leitura, a Partitura e a Tablatura. Nessa aula eu explico as principais diferenças, vantagens e desvantagens entre esses dois tipos de leitura.

 

Sustenidos e Bemois

Uma aula aparentemente simples, mas como podemos nos desenvolver em absolutamente tudo na guitarra se não conseguirmos visualizar as notas no braço do instrumento? Leitura, escalas, acordes e improvisos se tornarão incrivelmente mais fáceis assim que conseguir olhar para o braço e enxergar as notas.

 

Técnica - Antes de mais nada...

IMPORTANTE

Crie uma planilha para acompanhar seu desenvolvimento diário.

Use sempre o metrônomo.

Pratique todos os dias.

Varie os exercícios alternando-os durante os dias da semana.

Pratique cada movimento (combinação) usando a célula rítmica sugerida.

Aumente a velocidade no metrônomo somente quando estiver preparado.

Aumente a velocidade no metrônomo gradativamente. - Sugestão, um BPM por vez.

No caso dos cromatismos expandir os exemplos dados para as 24 combinações.

Exercícios como as 24 combinações por exemplo, dever ser praticados por toda extensão do braço da guitarra indo e voltando, ou no mínimo até o décimo segundo traste.

Exercícios baseados em modos gregos e pentatônicas devem ser feitos usando todos os formatos de cada uma delas indo e voltando.

Pratique 25 minutos seguidos e descanse 5 - No descanso não toque a guitarra.

A apostila contendo todos os exemplos que farão parte do curso de técnica está disponível logo abaixo para download.

 

Série 01 - Duas notas por batida

Começamos nosso estudo de técnica com a série 1 das 24 combinações. No caso nos concentramos em tocar os exemplos tocando duas notas por batida no metrônomo.

Página 13 do livro Desenvolvimento Técnico.

 

Cromatismo - Padrão 01

Esse exercício é muito bom principalmente para adquirir força e resistência.

Pratique num tempo que seja confortável e lembre-se de descansar sempre que sentir algum incômodo/cansaço.

Pratique por toda extensão do braço da guitarra pelo menos até o décimo segundo traste.

Esse exemplo está na página 16 do livro como padrão 03.

 

Pentatônicas Menor e Maior

Neste vídeo dou uma explicação a respeito das pentatônicas menor e maior, passando por suas fórmulas até a origem, formação e entendimento dos cinco formatos. Dou alguns exemplos práticos e as bases usadas estão disponíveis para estudo, assim como o arquivo de apoio em PDF.

 

Memorize as Pentatônicas

Nessa aula eu sugeri uma das práticas que mais me ajudou a memorizar as escalas e também tráz ótimos resultados em minhas aulas no decorrer dos anos. Atenção pois na mesma categoria estão todos os vídeos que preparei para essa aula. Em cada um eu me mantive num dos sete formatos dos modos gregos, e no último eu os misturei livremente.

 

Organize seus estudos – Pentatônicas

Nesta aula eu bato um pato com o intuito de ajudar um pouco mais no que se refere a organização dos estudos na guitarra, principalmente no que se refere a parte técnica, que acaba contendo muito mais conteúdo e assunto do que as demais matérias.

Bons estudos!!!

 

Pentatônica menor – Memorizando

Como obter fluência sem conhecermos e dominarmos os formatos de uma escala? Para resolver isso de um jeito muito simples e que também deixa nossa técnica muito mais apurada eu preparei esse sequência de exercício.

***IMPORTANTE***

Os exemplos foram dador usando somente o primeiro formato da Pentatônica de Sol menor, mas o resultado só virá se for igualmente aplicado em TODOS os cinco formatos!

 

Pentatônica - Conectando os formatos

A seguir executaremos os cinco formatos da Pentatônica Gm7 para praticarmos a conexão entre os formatos. Isso é um dos principais fatores que nos ajuda na fluência na hora de usar as escalas.
Os vídeos estão separados da seguinte forma:
80 batidas por minuto tocando 1 nota por batida.
80 batidas por minuto tocando 2 notas por batida.
80 batidas por minuto tocando 3 notas por batida.
80 batidas por minuto tocando 4 e 6 notas por batida.

Dessa forma, além de praticarmos o aumento da velocidade também estudamos como nos utilizarmos das principais células rítmicas.

 

Pentatônica - Padrão 01

Aqui estudaremos um padrão que gosto bastante. Além de ser de fácil memorização a facilidade também está na utilização.
Cada um dos vídeos que seguem está bom o mesmo metrônomo, porém, as células rítmicas são variadas.
Procurem estudar dessa forma e é claro, podem também escolher apenas uma célula e ir aumentando a velocidade do metrônomo gradativamente.

Este exemplo esta na página 38 do livro, mas mesmo assim coloquei para download logo abaixo.

Exemplo 1 - 80 BPM tocando 2 notas por batida.

 

Pentatônica - Padrão 02

Este é um padrão melódico que gosto bastante e o aprendi com o mestre Paul Gilbert.

Pratique bastante no primeiro formato da pentatônica menor e depois passe para os demais.

Metrônomo sempre em ação e explorando diversas células rítmicas.

 

Pentatônica - Padrão 03

Este padrão está entre os meus preferidos.

Minha sugestão é pratica-lo muito no primeiro formato da Pentatônica menor para uma boa assimilação e entendimento, mas assim que passar esse momento é FUNDAMENTAL praticar em todos os formatos.

Em seguida, aplica-lo em Backing Tracks e músicas em geral.

Este exemplo está na página 39 do livro.

 

A Importância das Tônicas #01

“Descansar em determinadas notas enquanto tocamos tem tanta importância quanto os acentos que conhecemos e usamos em textos no dia a dia.

Ponto final, exclamação, reticências etc etc etc

Dependendo do contexto harmônico obtemos uma sensação diferente para cada nota que descansamos ou finalizamos a frase ou tema.

Para o início desse estudo eu sugeri mostrar para vocês como se torna fácil criar ideias com o simples fato de visualizar as tônicas e usa-las como esse recurso.

Claro que esse é apenas o começo desse estudo...descansar em outras notas causa outros sentimentos diferentes.

 

Bends

Uma das técnicas de efeito de dinâmica mais importantes na minha opinião.

Bend é uma técnica utilizada na guitarra na qual levanta-se ou abaixa-se a corda do instrumento para chegar em outra nota.

Ao esticar a corda, a nota que era tocada tem sua afinação alterada, elevada a uma nota mais aguda.

Esse caminho que é feito pode variar desde o tradicional Bend de meio tom até dois tons e meio acima, lembrando que temos o classico Bend de um quarto de tom, onde não chegamos a meio tom com o Bend.

 

Vibrato

É um dos recursos mais importantes que um guitarrista tem que desenvolver.

Não importa o estilo, o vibrato pode soterrar ou fazer viver um guitarrista fazendo aflorar o que chamamos comunmente de feeling.

 

Hammer-on Pull-Off

Hammer-on Pull-Off também chamado de ligadura ou legato é a técnica utilizada para “ligar” uma nota a outra sem o auxílio da palheta.

A ligadura é simbolizada na escrita com um arco colocado acima ou abaixo de todas as notas que se deseja ligar…

 

Abertura dos dedos

Nessa aula eu sugiro alguns exercícios muito simples para a abertura dos da mão esquerda.

São algumas variações que tomam pouco tempo e servem também para um bom aquecimento.

Não se esqueçam de fazer um bom alongamento antes e depois e MUITA atenção para não forçar a musculatura.

 

 

Postura das mãos

Como ponto de partida para arregaçarmos as mangas e partir de vez para os estudos, nada melhor do que ter algumas ideias a respeito da melhor postura que devemos ter das mãos a fim de obter um resultado mais preciso e confortável na hora de tocar.

 

Simbologias e nomenclaturas

Na guitarra utilizamos uma série de recursos e efeitos que ajuda a nos expressar melhor e com mais precisão.

Com o passar dos anos e com o surgimento de guitarristas como Steve Vai e Joe Satriani por exemplo foi sendo necessário a criação de novas formas de grafar o que se era tocado.

 

Aumente a sua Velocidade

Sem dúvida a velocidade na guitarra é algo muito almejado pela maioria dos guitarristas, sejam estudantes iniciantes ou até mesmo os já iniciados.

Existem uma série de opções que podem nos ajudar muito nesse sentido.

Vou dividir uma com vocês nessa aula que me ajuda bastante e vem trazendo ótimos resultados nas minhas aulas já ha algum tempo…

 

Acordes - Princípios básicos

Este vídeo é voltado ao estudante que precisa das informações fundamentais no que se refere a formação e entendimento de acordes. Por incrível que parece tem muitos guitarristas que executam e criam muita coisa mas não tem o conhecimento básico desse assunto, o que limita muito a criação musical harmônica de uma forma geral.

 

Powerchords

Vamos entender um pouco mais a respeito de um dos recursos harmônicos mais usados principalmente em Blues, Rock, Punk etc.

Os tão usados powerchods nos oferecem muito mais do que podemos perceber a primeira vista.

 

Organize seus estudos – Acordes

E para dar uma força com relação aos estudos e desenvolvimentos dos acordes eu sugeri umas dicas muito boas nessa aula.

Estudar acordes é tão importante quanto o resto, e com certeza nos ajuda a entender e se conectar com a música de uma forma geral.

 

Tire o máximo de seus licks!!!

Neste vídeo dou algumas sugestões muito importantes para ajudar a obter o melhor resultado possível do estudo das frases e licks. Muitos estudantes e até mesmo guitarristas atuantes exploram pouco as grandes possibilidades que um lick tem a nos oferecer. Entender em que tom esta, quais as notas usadas e suas funções (como a terça por exemplo), transpor para outras tonalidades e região do braço da guitarra, explorar diversas células ritmicas e aplicar aos mais variados improvisos por meio de backing tracks são algumas das dicas que dou neste vídeo.

É isso ai, mãos a obra e um ótimo estudo!!!

 

Frases & Licks #01

O objetivo do estudo das frases é o de ampliar nossa visão com relação às possibilidades melódicas tanto no aspecto prático quanto no teórico.

No aspecto prático, ao estudarmos frases de outros músicos, temos como objetivo inicial, executa-las o mais próximo possível da original, verificando principalmente a rítmica e a dinâmica que ao meu ver são fatores essenciais no resultado final, e isso com certeza melhora e muito e desenvolvimento técnico no instrumento.

No aspecto teórico para que haja algum resultado, é fundamental e empenho de cada um no sentido de se fazer uma boa analise das frases, tais como;

Verificar em que tonalidade se encontra;

Identificar notas como a terça, por exemplo;

Verificar dentro de qual escala ou tríade a idéia está sendo aplicada, etc.

Fazendo estas e outras verificações, temos maiores possibilidades tanto harmônicas quanto melódicas para adaptar quaisquer frases, licks ou idéias em outros improvisos ou composições.

Obs. Para dar maior liberdade e até mesmo aumentar as possibilidades de execução dos exemplos a seguir, não coloquei simbologias como a direção das palhetadas, por exemplo.

 

Ritmo #01- Pop/Rock/Ballad

Para este primeiro vídeo falando sobre ritmos eu escolhi uma batida muito comum e usada em diversos estilos. Baladas, Blues, Rock, Punk etc. Muitas das coisas que falo neste vídeos como postura, saber usar mão esquerda e direita dentre outras coisas, também devem ser aplicadas nos estudos de ritmos futuros.

 

Ritmo #02 – Groove

Dando continuidade ao estudo dos ritmos / levadas vou passa para você um movimento de Groove muito bacana, de fácil assimilação e do qual deriva uma infinidade de variações. Estude cada movimento com calma e muitas vezes, e a cada vez que estiver dominado avance para as idéias seguintes.

 

Criando Riff's #01

Nada como um bom Riff para eternizar uma música. Deep Purple, Black Sabbath, AC/DC e tantas outras bandas e músicos que o digam. A melhor forma que encontrei para elaborar uma aula com esse tema, foi dividir com todos as maneiras que me abriram os olhos no que se refere a dominar essa arte.

Material de apoio e MP3 disponíveis para download!!!

 

Teoria Musical - Parte 1

Nesta aula damos início ao estudo da teoria musical, mais voltado a leitura.
Os tópicos abordados nessa aula são:
Pauta musical
Clave
Linhas suplementares
Linha de oitava
Barra de Compasso
Figuras e seu valores
Pausas e seus valores
Vale lembrar que o vídeo é acompanhado de material de apoio em PDF.

 

Formula de Compasso Simples #01

Dando continuidade ao estudo teórico, que é de extrema importância, começaremos a falar sobre as formulas de compasso. Aqui eu escolhi as mais usadas, tanto para estilos como Rock, Hard Rock e muitas variações de Blues quanto principalmente por ser de fácil entendimento. Falaremos de uma forma muito simples e principalmente didática sobre as fórmulas de compasso binárias, ternárias e quaternárias. Não se esqueça que o material de apoio em PDF esta disponível e vai te ajudar a entender ainda mais o conteúdo do vídeo.

 

Fórmula de Compasso Composto #01

Dando continuidade ao estudo teórico, mais precisamente falando das formulas de compasso, estudaremos agora a formula de compasso composto, e como mencionei no vídeo, será muito fácil entender essa aula se você já assistiu a de compasso simples.

 

Vem Comigo - Slow Blues em Am

Nesse vem comigo eu sugeri um excelente Slow Blues em Am para explorar possibilidades muito boas para o improviso.

 

Vem Comigo - Slow Blues em C7

Neste vídeo da série Vem Comigo vamos tocar juntos um Slow Blues em C7.

 

Equipamentos - Pedal Board #01

Atendendo a muitos pedidos e sugestões começarei a publicar aulas onde bato um papo a respeito de equipamentos de uma forma geral. Pedais, amplificadores, Softwares, regulagens etc

Vamos somar a nossa evolução técnica e musical o conhecimento necessário de como obter timbres que reflitam nossa musicalidade.

 

Two Hands - Tapping #01

Two Hands ou Tapping é um dos recursos que mais gosto de usar. Contagiado pelo mestre Eddie Van Halen inseri esse excelente recurso melódico em minhas músicas desde então. As possibilidades são imensas. Nesta primeira aula eu começo com os princípios fundamentais, passando por fragmentos e movimentos muito importantes para começarmos a dominar tanto a técnica quanto o entendimento desse recurso. Nas próximas aulas abordaremos o Two Hands com exemplos mais avançados.

 

Pick Harmônico

Neste vídeo eu explico a melhor maneira para se dominar essa técnica e enriquecer ainda mais seus solos e improvisos. Aproveito e falo a respeito de outros harmônicos bem interessantes que podemos extrair da guitarra.

 

Dedos VS Palheta

Tocar usando os dedos no lugar da palheta nos da um timbre diferenciado, uma "textura" diferente e bem característica. Neste vídeo mostro um pouco da maneira como gosto de usar esse recurso. Verão que é mais simples do que parece.

 

Palhetando para baixo

Nesta aula, que acaba virando um bom bate papo, eu passo para vocês umas dicas muito boas com relação ao que podemos considerar o grande responsável pelo que costumamos qualificar como - "Guitarrista com pegada."

Uma dica simples na verdade, mas que acaba passando despercebida por muitos, pois a maioria se apega aos conceitos técnicos que "determinam" que guitarrista bom é aquele que alterna tudo, tem um sweep limpo etc, e se esquecem que uma "sujeira" de leve é super bem vinda. rsrsrs

 

Campo Harmônico Maior

Neste vídeo começaremos o estudo do Campo Harmônico maior.
Veremos em detalhes tudo o que é preciso saber para entender direitinho a origem desses acordes que são a base para a criação harmônica.
Vale lembrar que o vídeo é acompanhado de material de apoio em PDF.

 

Padrões Melódicos na Pentatônica Menor #01

Estudar padrões melódicos é um dos melhores recursos para desenvolvermos nossa técnica e ainda obtermos mais recursos que serão inseridos tanto nos improvisos quanto nas composições. Neste vídeo trago cinco padrões que gosto muito e são super intuitivos, tanta para estudar e memorizar, quanto para aplicar a música.

 

Padrões Melódicos na Horizontal – Pentatônica

Uma das grandes dúvidas da galera que começa a estudar padrões melódicos é: “O que eu faço com isso agora e como insiro isso em minhas músicas e improvisos?”

Pois bem, nessa aula eu dou algumas dicas muito boas que vão ajudar nisso e dar outras ideias excelentes também.

 

Visualize melhor as escalas

De nada adianta estudar dezenas de licks, padrões melódicos, frases e memorizar um turbilhão de escalas se na hora de tocar ficarmos perdidos olhando para o braço da guitarra sem saber onde esta tudo. Para ajudar com isso passo mais algumas sugestões que sem dúvida irão ajudar a enxergar cada vez mais as notas e formatos das escalas pelo braço.

 

A importância das tônicas #02

Dando continuidade à esse importante estudo vamos nos aprofundar um pouco mais. Aqui eu demonstro a importância da visualização das tônicas dentro das pentatônicas maior e menor. Seguindo esse raciocínio ficará muito mais fácil perceber as diferenças entre as duas escalas.

 

Frases & Licks #04

Passarei para vocês uma série de licks localozados nos formatos da Pentatônica menor, porém, para facilitar o entendimento eu dividi em partes. Nesse vídeo eu preparei cinco licks somente no primeiro formato da pentatônica menor. A única nota a mais que eu usei foi a boa e velha Blue Note.

 

Explorando células rítmicas

Neste vídeo vamos trabalhar os improvisos usando as escalas com várias células rítmicas.

Neste estudo, além de praticarmos a visualização das notas/escalas pelo braço da guitarra, aumentamos e melhoramos nosso reflexo para nos mantermos tocando por muito mais tempo e de forma cada vez mais intuitiva.

 

Ditado Ritmico Musical - Pozzoli #01

A partir desta aula começaremos a praticar de uma maneira mais efetiva os estudos teóricos feitos até aqui. Dessa forma nos aproximamos mais da leitura da partitura propriamente dito.

 

Ditado Ritmico Musical - Pozzoli #02

Aqui damos continuidade ao estudo do ditado rítmico musical, neste caso, abordando a lição 2 do Pozzoli.

 

Ditado Ritmico Musical - Pozzoli #03

Aqui damos continuidade ao estudo do ditado rítmico musical, neste caso, abordando a lição 3 do Pozzoli.

 

Aumente a sua Percepção #01

Ter um bom ouvido, que perceba tons, timbres, acordes e sonoridades de uma forma geral é uma arma poderosa para o músico.

Treinar os ouvidos é um processo dos estudos como qualquer outro. Precisamos de paciência e muita atenção.

Nessa aula eu dou sugestões muito simples e que não dependem de nenhum recurso externo como programas ou coisas do gênero.

Pratique as sugestões dadas e tenho certeza que em pouco tempo sentirá uma grande diferença em como ouve tudo.

 

Tirando leite de pedra

Nesta aula eu brinco com o título, "Tirando leite de pedra" que quer dizer em outras palavras, vamos nos virar o máximo com o mínimo. Vamos estudar tendando explorar o máximo das escalas que temos usando da melhor forma possível os recursos de dinâmica como Bends, Vibratos, Hammer on - Pull off, Slid etc. No fim do vídeo eu fala um pouco sobre como usar as diferentes células ritmicas a nosso favor na hora de improvisar.

 

Melhore seus improvisos, improvisando!

Para esta aula preparei mais algumas dicas práticas que tenho certeza que ajudarão bastante na hora dos seus improvisos. Como pensar nas células rítmicas, misturar pentas com modos e outras técnicas importantes.

 

Apimente seus solos – Slide

Apimentar foi uma ótima escolha de palavra para definir o que esse simples, porém poderoso recurso nos oferece nos improvisos e composições. Usando essa simples técnica com o raciocínio certo podemos reinventar muitas idéias aparentemente batidas.

 

Turbine seus Improvisos #01

Nesse vídeo/bate-papo eu passo algumas excelentes dicas e sugestões para darmos mais vida aos nossos improvisos.